Copos significados Significados das espadas Varinhas significados Pentáculos significados
As varinhas estão associadas à energia do fogo, e o Ás de Varinhas é a representação principal do fogo no convés. O cartão mostra uma mão que está saindo de uma nuvem enquanto segura a varinha. Quando olhamos para esta carta, podemos ver que a mão está estendendo a mão para oferecer a varinha, que ainda está crescendo. Algumas das folhas da varinha brotaram, o que significa representar equilíbrio e progresso espiritual e material. Ao longe, há um castelo que simboliza oportunidades disponíveis no futuro.
O Oito de Paus é representado como oito pautas voadoras que parecem suspensas no ar. Alguns podem vê-los como varinhas que estão florescendo e que estão viajando a uma velocidade máxima. O fundo por onde eles viajam é um céu claro, o que representa que provavelmente não há nada que possa atrapalhar o caminho deles. Ele mostra uma paisagem majestosa com um rio que está fluindo, a água dando vida à imagem. As varinhas também parecem estar prestes a pousar, o que indica o fim de uma longa jornada.
O Cinco de Paus mostra cinco homens, todos segurando suas próprias varinhas e brandindo-as no ar. Como na maioria dos cincos do tarô, trata-se de algum tipo de desacordo que o consulente enfrenta. Esse desacordo pode ser entendido como um sinal de conflito entre os homens, ou que todos eles estão simplesmente aproveitando a adrenalina desse conflito, e que a competição entre eles é de uma rivalidade de boa índole, não de raiva. A maneira descontraída em que eles parecem estar segurando suas varinhas dá a sensação de que esse argumento pode ser mais demonstrativo do que feroz.
O Quatro de Paus é uma carta apaixonada, abundante com energia ígnea. O baralho Rider-Waite Tarot retrata a carta com uma ilustração impressionante de uma dupla - presumivelmente amantes - adornada em vestes clássicas dançando alegremente sob uma coroa de flores de boas-vindas composta de quatro varas, representando as quatro varinhas da carta. Os aspectos cerimoniais desta carta são evidentes, ela transborda de energia positiva. A estrutura do castelo ao fundo simboliza uma sensação de majestade e admiração, com a dupla segurando flores para o céu, uma metáfora para a realização e louvor do divino. As visões potenciais da cena são de uma união matrimonial ou casamento, uma cerimônia de boas-vindas ou um rito religioso, embora a especulação mais comum seja que ela represente uma Chupá de Casamento Judaica ou uma Sucá Judaica Samaritana usada para festivais de colheita.
O rei das varinhas retrata um homem que tem nas mãos uma varinha florescente, que deve representar a criatividade e a paixão da vida. Seu trono, assim como sua capa, são decorados com a salamandra e o leão, que são símbolos de fogo e força. A salamandra que está mordendo o rabo representa o infinito, bem como a unidade geral para se mover através de todos os obstáculos. O manto é brilhante e laranja, semelhante a uma chama, enquanto a coroa tem o formato de uma língua de fogo. Vamos em frente e dar uma olhada mais profunda no simbolismo por trás do Rei das Varinhas.
O Cavaleiro das Varinhas é visto em seu cavalo, que é criado e pronto para a ação. A julgar pelas roupas e armaduras do cavaleiro, além de seu cavalo, ele está preparado para o que está por vir. Ele está vestindo uma camisa amarela estampada em cima de sua armadura de metal. Ele também está usando um capacete de armadura com pluma vermelha saindo dele. Ele parece estar pronto para a batalha, exceto que ele está segurando uma varinha grande em vez de uma espada. Seu cavalo é de cor laranja e tem uma crina que se parece com chamas. Quando você olha para o rosto do Cavaleiro das Varinhas, verá a determinação de querer ter sucesso em seu empreendimento. O fogo é um fator dominante no simbolismo do Cavaleiro das Varinhas. As borlas decorativas penduradas em seus braços e costas, bem como a crina do cavalo, são todas da cor da chama. Ele também está vestindo uma camisa amarela impressa com o símbolo da salamandra de fogo.
O Nove de Paus mostra um homem de aparência fraca segurando uma varinha com oito outras varinhas na vertical atrás deles. O homem parece ferido, mas ele ainda parece pronto para lutar outra batalha e deseja fortemente vencer. Ele tem um olhar de esperança e determinação sobre ele, que deve ajudá-lo a passar por essa última batalha. É um cartão que mostra uma mistura de desafios, esperança e triunfo.
Um jovem bem vestido está segurando uma bengala em uma terra árida. Sua camisa é feita em um padrão de salamandra, que é um símbolo de transformação de ruim para bom. Esse jovem é um defensor apaixonado, que está constantemente espalhando idéias de progresso espiritual e social que elevam seu próximo. O deserto ao fundo, atrás dele, é indicativo de seu elemento, o fogo, e também representa que ele está vivendo em um mundo que ainda não descobriu frutos. Suas idéias são, portanto, completamente hipotéticas. No entanto, se escolhesse usá-los e empreendesse a jornada de seu traje, sua pureza de coração poderia levá-lo a encontrar melhores fortunas.
A imagem retratada na Rainha de Varinha mostra uma rainha sentada orgulhosa em um trono enquanto olha para a frente, o que é um símbolo claro de força e fogo. Ela está segurando um girassol na mão esquerda e a imagem dos girassóis também está gravada no trono - significando felicidade, satisfação e fertilidade. Na mão direita, ela segura a varinha que começa a florescer e simboliza a vida. Em seus aspectos positivos, a Rainha das Varinhas pode ser associada à fidelidade, sustento e calor. Seu lado oculto é sugerido com a colocação do gato preto a seus pés, que tradicionalmente é um símbolo de bruxaria e ocultismo, mas também pode apontar para sua capacidade de entender sua profunda intuição.
O Seven of Wands tem a imagem de um homem que está parado em uma colina alta e sendo desafiado pelos oponentes abaixo. Ele parece estar defendendo essa posição e atacando em retaliação. É interessante notar que, na representação de Rider-Waite do Seven of Wands, o homem está usando sapatos que não combinam. Isso está ligado ao simbolismo de estar em terreno irregular ou não ter uma base estável na vida.
A carta de tarô Six of Wands mostra um homem que está usando uma coroa de vitórias na cabeça. Ele é retratado andando a cavalo por uma multidão de pessoas que estão torcendo. O cavalo é branco, que é um símbolo bem conhecido de força, pureza e sucesso. A multidão está lá para mostrar o reconhecimento do público pelas realizações do homem montado no cavalo. A varinha que o homem está carregando também possui uma coroa de flores amarrada a ela, na tentativa de enfatizar ainda mais seu sucesso. O homem não tem medo ou tem vergonha de toda essa atenção, mas se orgulha de suas realizações. Para isso, a multidão ao seu redor reage com alegria e entusiasmo.
Um homem é mostrado carregando um fardo pesado de madeira, na forma de dez varinhas, aproximando-se de uma cidade que não é muito longe. Esta imagem nas dez varinhas indica uma pessoa que já lutou na vida e conseguiu, e agora está carregando as colheitas até seu destino final. Embora ele não esteja perto do destino, isso mostra que ele terminou a parte mais difícil da vida e ele só precisa de um lugar para relaxar e se deleitar com seu sucesso.
O Três de Paus retrata um homem que está de pé na beira de um penhasco, olhando o oceano e as montanhas. Da beira do penhasco, ele vê tudo o que está à sua frente. As varinhas são plantadas no chão e cercam o homem enquanto ele agarra uma na mão. Ele parece ansioso e reflete sobre o comprometimento que tem com seus planos, bem como sobre o método de execução para realizá-los.
O homem do Two of Wands está segurando um pequeno globo e fica no telhado de um castelo, olhando para um vasto terreno à direita e um oceano à esquerda. O globo em suas mãos representa que o mundo é sua ostra e há um enorme potencial se ele puder expandir seus horizontes para abranger experiências de vida mais amplas. Ele entende sua ambição e sabe o que deve ser feito. Ele está usando uma túnica laranja, que simboliza uma abordagem entusiasta da vida, e um chapéu vermelho, simbolizando a paixão pela aventura.